top of page
Design sem nome.png

PADABHYANGA

Massagem nos pés para acalmar a mente



Imagine mergulhar em um oceano de relaxamento, onde cada toque é uma onda de calma, trazendo paz à sua mente e revitalização ao seu corpo! 

Esta é a essência da Padabhyanga, a arte ancestral da massagem nos pés praticada há séculos na Índia, sob a sabedoria milenar da Medicina Ayurveda. 

"Pada" significa pés, e "abhyanga": Envolver com afeto/massagem com óleo; juntas, essas palavras descrevem uma jornada de cura e reconexão com o seu eu interior.


A Padabhyanga não é apenas uma massagem, é um ritual, um convite para desacelerar e se reconectar em um mundo que não para de girar.


Os pés são vistos, dentro da Medicina Ayurvédica, como a conexão com a terra, são a base do corpo, conecta-os à terra e desempenham um papel vital na sustentação e equilíbrio, além de possuírem vários pontos mármicos extremamente importantes para o funcionamento de todo organismo. 

 

Ao aplicar óleo aquecido, enriquecido com ervas indicadas para você, seus pés — o alicerce do seu corpo — são delicadamente massageados, acariciando não só a pele, mas pontos vitais ou "marmas" que são portais para o equilíbrio do seu ser, harmonizando a energia vital que percorre seu corpo.


Imagine então, ao fim de um longo dia, seus pés sendo banhados em óleo morno, cada movimento da massagem desenrolando os nós de tensão, revitalizando cada célula, e trazendo uma sensação de leveza e fluidez que parece elevar você acima das preocupações do dia-a-dia. A Padabhyanga é uma chave mágica que abre portas para um bem-estar profundo, reduzindo o estresse, melhorando a circulação e acalentando o sono, permitindo que você desperte renovado e reenergizado.


Praticar Padabhyanga é como dançar ao ritmo da natureza, sintonizando-se com o ciclo de cura do seu corpo e honrando a sabedoria que vive dentro de você. 

É um ato de amor-próprio, um gesto de gratidão aos seus pés, que suportam seus passos e caminhos. Ao se permitir esse momento de autocuidado, você não apenas nutre seu corpo, mas também alimenta sua alma, tecendo momentos de serenidade e paz em seu tecido diário.


COMO FAZER:

Fazer a Padabhyanga de forma relaxante envolve criar um ambiente tranquilo, escolher o óleo certo e seguir técnicas específicas de massagem. 

Aqui está um guia passo a passo para ajudá-lo a praticar a Padabhyanga de maneira eficaz e relaxante:


1. Preparo do Ambiente:


- Ambiente Calmo:

Escolha um espaço tranquilo e confortável, longe de distrações. Você pode usar velas ou luzes suaves para criar uma atmosfera acolhedora.


- Música Relaxante: Coloque uma música suave e calmante para ajudar a relaxar a mente.


- Temperatura Confortável: Certifique-se de que o ambiente está em uma temperatura agradável, nem muito frio nem muito quente.


- Posição confortável do praticante: Sente-se confortavelmente em uma cadeira ou em uma posição relaxada no chão, com os pés à sua frente.


2. Escolha do Óleo:


- Óleo levemente aquecido (cuidado para não se queimar, sempre verificar a temperatura previamente)


- Utilizar óleo vegetal indicado por seu médico/a ou terapeuta ayurvédico (como gergelim, semente de uva ou girassol, que seja adequado ao seu tipo de pele ou dosha. 

Aqueça o óleo a uma temperatura confortável ao toque (testar antes com a ponta do dedo mínimo, para verificar temperatura adequada)


- Personalização: Você pode adicionar algumas gotas de óleo essencial de lavanda ou camomila para aumentar o efeito relaxante. Muito cuidado com o uso indevido de óleos essenciais utilizados de forma inapropriada, de qualidade duvidosa e sem orientação de um Aromaterapeuta Clínico devidamente qualificado.


3. Técnica de Massagem:


- Importante LAVAR OS PÉS antes de iniciar a Padabhyanga: 


  • Na Medicina Ayurvédica, lavar os pés antes de qualquer evento importante é considerado uma prática essencial de purificação física e espiritual, remove não apenas a sujeira física, mas também energias negativas e impurezas que possam ter se acumulado ao longo do dia.


  • Lavar os pés também é uma forma de demonstrar respeito e reverência, tanto pelo próprio corpo quanto pelo ambiente ao redor, é uma prática humilde que reconhece a importância de cuidar das partes do corpo que muitas vezes são negligenciadas, mas que desempenham um papel fundamental em nossa saúde e bem-estar.


- Comece pelos pés: Sente-se confortavelmente e aplique o óleo aquecido em um dos pés.


- Massagem Suave: Use movimentos longos e suaves ao longo do pé, do calcanhar aos dedos, e movimentos circulares em torno dos tornozelos. Use movimentos suaves e firmes, mas sem aplicar muita pressão.


- Atenção aos Dedos: Massageie cada dedo do pé individualmente, desde a base até a ponta, para estimular os pontos de energia.


- Alongamento e flexão: Depois de massagear os pés, você pode alongar e flexionar delicadamente os seus dedos e os tornozelos para promover a mobilidade e aliviar a tensão.


- Repita no Outro Pé: Após terminar um pé, repita o processo no outro pé.


- Observações relativas aos Pontos Marmas dos pés

  • Na Medicina Ayurvédica, os pontos "Marmas" são considerados locais de alta concentração de energia vital (prana) e são fundamentais para a saúde física, emocional e espiritual. Embora a terminologia "Marmas" não seja exclusivamente associada aos pés, há alguns pontos específicos nos pés que são considerados importantes na Medicina Ayurvédica, porém é importante ressaltar que a prática de trabalhar com os pontos marmas nos pés, assim como em outras partes do corpo, deve ser realizada por profissionais treinados em Ayurveda ou terapias ayurvédicas para garantir segurança e eficácia.


  • Os pés no Ayurveda são vistos como uma representação microcósmica do corpo inteiro, e estimular pontos específicos nos pés pode afetar positivamente diferentes órgãos e sistemas do corpo, além de serem, uma das principais áreas de eliminação de toxinas do corpo. 



  • Ao trabalhar com seu Médico/a Ayurvédico ou terapeuta Ayurvédico, os pontos mármicos nos pés, é essencial cultivar consciência e intenção, isso envolve estar presente durante o processo de tratamento, reconhecer e aceitar as emoções que surgem e estar aberto ao processo de cura e transformação.



4. Relaxamento Final:


- Finalização: Após a massagem, limpe qualquer excesso de óleo com uma toalha macia. É recomendável que você relaxe por alguns minutos após a massagem para permitir que os benefícios terapêuticos sejam absorvidos completamente.


- Descanse: Após, coloque meias quentes e repouse por alguns minutos para permitir que o óleo penetre profundamente, e também para prolongar o efeito relaxante.


- Hidratação: Beba um copo de água morna ou chá de ervas para ajudar a hidratar o corpo e promover a eliminação de toxinas.


5. Frequência:


- A Padabhyanga pode ser praticada diariamente, especialmente antes de dormir, para maximizar seus benefícios relaxantes e terapêuticos.


Praticar a Padabhyanga regularmente, não só proporciona um momento de profundo relaxamento e autocuidado, mas também promove uma melhora significativa no bem-estar geral, ajudando a equilibrar as energias do corpo, melhorar a circulação e promover um sono reparador.


CONTRA INDICAÇÕES:

Embora a Padabhyanga seja uma prática segura e benéfica para muitas pessoas, existem algumas contraindicações que devem ser consideradas para garantir a saúde e o bem-estar. Aqui estão algumas situações em que a Padabhyanga pode não ser recomendada:


- Feridas Abertas ou lesões nos pés:  Evite a massagem em áreas com cortes, feridas abertas, ou qualquer tipo de lesão nos pés, pois isso pode piorar a condição ou levar a infecções.


- Doenças na pele dos pés: Pessoas com condições de pele graves ou infecções fúngicas nos pés devem evitar essa prática até que a condição seja tratada e resolvida.


- Doenças Infecciosas: Se você está sofrendo de alguma doença infecciosa, especialmente se está em estado febril, não realize a massagem para evitar a exacerbação dos sintomas.


- Problemas Circulatórios Graves: Pessoas com condições circulatórias graves, como trombose venosa profunda, não devem realizar massagens, inclusive nos pés, pois isso pode levar a complicações sérias.


- Gravidez: Embora a Padabhyanga possa ser benéfica durante a gravidez, certos pontos de pressão nos pés devem ser evitados, pois podem induzir contrações uterinas. É aconselhável consultar seu médico/a ou terapeuta ayurvédico para maiores orientações.


- Após as refeições: Evite fazer a massagem imediatamente após as refeições, pois o corpo está focado na digestão, e a massagem pode interferir neste processo.


- Condições Médicas Específicas: Pessoas com condições médicas específicas, como diabetes avançada (especialmente com neuropatia diabética), devem consultar seu médico/a Ayurvédico antes de praticar a Padabhyanga, pois a sensibilidade nos pés pode estar reduzida, aumentando o risco de lesões.


É sempre importante ouvir o seu corpo e, em caso de dúvida, consultar um médico/a ayurvédico para orientação personalizada, eles podem oferecer conselhos adaptados às suas condições de saúde específicas e necessidades individuais.


Também é  importante lembrar que a Padabhyanga deve ser realizada com cuidado e atenção aos princípios Ayurvédicos individuais do paciente, como dosha predominante, condições de saúde e necessidades específicas. 


ALÉM DISSO, É SEMPRE RECOMENDÁVEL BUSCAR ORIENTAÇÃO DE UM PROFISSIONAL QUALIFICADO EM MEDICINA AYURVÉDICA ANTES DE INICIAR QUALQUER PRÁTICA TERAPÊUTICA.


Incorporar rotinas de auto cuidado com os pés, como massagem com óleo aquecido, esfoliação suave e hidratação, não apenas promove a saúde física, mas também acalma a mente e reduz o estresse.


Com amor,

Dra. Ivana Baptista

Medicina Ayurvédica






AYURVEDABLOG VIAVIDYA

bottom of page